de três dedo


Menguísticas by Allan Oliveira
setembro 25, 2009, 7:10 pm
Filed under: Allan Oliveira | Tags: ,

Flamenguistas e sofredores,

eis que esta semana percebo o que é morar em cidade de colonização gaúcha. Aproxima-se o embate, pelo segundo turno do brasileirão, entre o MENGÃO e o Inter, e os chorolados, que são metade menos um da cidade de Toledo (a metade mais um torce praquele outro time estranho lá do RS), já tem me perturbado dias e noites. Pelo jeito esqueceram da traulitada de quatro que tomaram no primeiro turno…

E, na boa, esta torcida chorolada é de amargar. Ganharam meia-dúzia de coisas no século XIX, e ficam se achando. Só dá barrigudo com mais de cinquenta anos (pior que isso só a micro-torcida do Santos, dividida entre velhinhos de 70 anos, gente de 12 anos e o Léo, que só é santista porque disseram prele que ser santista é ser punk…).  Ok… já me disseram hoje: campeão de tudo. Tudo o quê cara-pálida? Libertadores, Mundial? Libertadores pra mim vai até final dos anos 80, quando era disputada por meia-seleção argentina e meia-seleção uruguaia. Na segunda metade dos anos 90, it’s over! Basta ver os finalistas: Olímpia, São Caetano, Fluzinho, LDU!!!!!!!! Ou seja, segundona.

E se a Libertadores virou segundona, essa Sulamericana, o que dizer? Comentário de professor gremista, colega de trabalho: sulamericana é a segundona da Libertadores. Gostei: ou seja, é equivalente à terceira divisão.

Noves foras: o que os chorolados ganharam? Nada. No máximo, Mundial contra o time do Deco. Mas, sejamos francos, europeu no Mundial entra em campo igual eu entrava em aula de história medieval. Só pra cumprir tabela. Assim, nem este mundialzinho entra na contabilidade.

Tudo isto pra dizer que não sei de Inter e timeco que fica aí se gabando de ser “campeão de tudo”. Pode até ser que ganhe no fim de semana. Inclusive, pela campanha que os caras estão fazendo está mais pra eles do que pra nós. Mas que os chorolados têm que comer muito arroz-e-feijão  pra pertubar a paz do MAIS QUERIDO DO BRASIL (cinco títulos brasileiros é bom que se lembre…), isso tem.

………………………………….

Nesta semana, estarei em Buenos Aires, para curtir los hermanitos. Já estou com minha camiseta “El Brasil habla: quedate Maradona! Hasta siempre!”.

Dia 4, domingo, tem Boca y Velez, pelo apertura. Tentarei aparecer, mas como sei que o Boca não vende mais ingresso na bilheteria (tudo antecipado…), talvez seja difícil. Besitos a todos.

De toda forma, já marquei umas quilmes com os membros da FlaMayo, a maior torcida de Buenos Aires… Vai ser lindo a gente cantando “una vez Flamengo, siempre Flamengo, Flamengo yo siempre seré…”